Notícias de LACRALO — Fevereiro 2019

Listen to this post
Voiced by Amazon Polly

LACRALO iniciou uma nova etapa com grandes desafios e um esquema organizacional diferente. A partir de novembro de 2018 (no encerramento do ICANN-63), a nova liderança do LACRALO, o argentino, Sergio Salinas Porto como presidente e venezuelano, Harold Arcos como secretário, lançou para consenso chamar o documento de novos Princípios Operacionais que a região construiu promovendo um conjunto de mudanças no modo de trabalho que prometem tornar a participação de representantes de usuários finais da Internet da Organização Regional da América Latina e das Ilhas do Caribe (LACRALO) dentro da ICANN muito mais visível e produtiva.

A reforma dos Princípios Operacionais da região expandiu uma série de ferramentas participativas que terão um impacto positivo na intervenção dos usuários finais da internet nas políticas discutidas no Comitê Consultivo At-Large (ALAC) e, portanto, na ICANN

As mudanças deram lugar ao desenvolvimento de grupos de trabalho regionais e à criação de um Conselho de Administração (baseado no conceito de multi-liderança), composto pelos diretores dos grupos de trabalho, além dos três membros do ALAC da região e do Presidente e Secretário do LACRALO.

Os grupos de trabalho nos permitirão avançar em uma dinâmica de revisão, estudo e criação de capacidades para a participação constante em relação às questões importantes para os usuários da Internet dentro dos processos de desenvolvimento de políticas que são realizados em nosso ecossistema ICANN. Todos eles visam analisar os tópicos discutidos na ICANN a partir de uma perspectiva latino-caribenha e gerar uma participação ativa no ALAC e nos grupos de trabalho entre comunidades.

Eles são organizados da seguinte forma:

1.- DOMÍNIOS E sua relação com os usuários (GNSO) - Diretora: Vanda ScarteZiniObjective. Acompanhe, revise, analise e compartilhe com a Região os tópicos e debates gerados durante os Processos de Desenvolvimento de Políticas relacionadas aos Domínios e seus impactos nos usuários da Internet.

2.- WHOIS / GDPR - Diretor: Carlos Leal CEBallosObjectivo.

Siga, revise, analise e compartilhe com a Região os problemas e

debates gerados durante os Processos de Desenvolvimento de Políticas relacionados ao

proposta de aplicação do Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados e

seu impacto sobre os usuários da Internet. Bem como o impacto sobre a proposta de

o Serviço de Registro de Diretório (RDS) que deveria substituir

Os Whois.

3.- IDN - Diretor: Marcelo TeleZObjectivo.

Siga, revise, analise e compartilhe com a Região os tópicos e

debates gerados durante os Processos de Desenvolvimento de Políticas relacionados ao

Internacionalização de Nomes de Domínio (IDN), promover os idiomas de

povos nativos, para uso na Internet.

4.- Comunicações - Director: Lilian BrugesObjectivo. Desenvolver, manter e fortalecer as iniciativas que permitam melhorar constantemente os processos de comunicação regionais, bem como participar das estratégias globais de divulgação de informações do ecossistema da ICANN, a fim de contribuir com um conhecimento oportuno da Governança da Internet.

5.- Formação - Diretor: Adrián CarvalloObjective. Desenvolver atividades que contribuam para a formação de capacidades nos membros da Região, proporcionando acesso ao conhecimento disponível sobre os temas de interesse para os usuários da Internet que lhes permita participar ativamente no ecossistema de Governança da Internet.

6.- Governança - Diretor Sergio Salinas PortoObjectivo. Desenvolver e propor as iniciativas necessárias para o fortalecimento e atualização do modelo de Governança da nossa região de acordo com as propostas e acordos alcançados durante o processo de mediação.